Para quem não sabe o capitalismo é um modo de produção.
Quer dizer a forma de sustento do conjunto da sociedade. O que quer dizer isto? Quer dizer que privatizem ou estatizem as empresas nada muda. E que no capitalismo diferente do feudalismo ou regimes baseados no trabalho escravo por exemplo, este modo de sustentação material é realizado por meio da prostituição generalizada, da mercadoria generalizada, onde o trabalho forçado ao contrário de outros regimes é negociado pelos próprios portadores como se fora algo separado de seu todo, de seu corpo e sua mente, um objeto alienado de si e a venda no mercado de trabalho. Este modo de produção não difere em nada em todos os países e situações que passaram e ainda passam os proletários em todos os países sejam eles chamados de comunistas, desenvolvidos, sub-desenvolvidos, socialistas e etc... até mesmo os Talibãs exploram o trabalho alienado. Se o império da URSS ruiu sobre a sua falência econômica é porque seu funcionamento capitalista ia de mau a pior, e se o estatismo o serviu para alavancar o capitalismo para fora do feudalismo czarista e livrar-lhe da ameaça proletária insurgente por outro lado não serviu para inseri-los numa economia mundial supranacional. Os capitalistas chineses por outro lado foram mais espertos e hoje sua atitude de cooperação estreita com os EUA e seu papel central no capitalismo, sem que o famigerado PC saísse do poder, deveria silenciar este debate estúpido de gente que não sabe os objetivos do comunismo ou que é ingênua o suficiente para abraçar a ideologia da livre empresa em relação ao Estado.
O objetivo da revolução social é clara:
A ABOLIÇÃO DA PROSTITUIÇÃO GENERALIZADA, DA MERCADORIA GENERALIZADA, DO TRABALHO.
A LIBRERAÇÃO DA ATIVIDADE HUMANA PARA ATENDER AS NECESSIDADES DAS GARRAS DA ECONOMIA, DO DINHEIRO.