Enquanto o baixo escalão da casa civil chamava para "negociar" (o que se revelou uma grande mentira, já que não aceitaram nada do que os professores pediram), a polícia a mando do governador José Serra atacou os professores da rede estadual de ensino de São Paulo, e assim estava armado o palco para que a grande mídia nacional, ligada por laços íntimos e econômicos ao PSDB(Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, Rede Globo, TV Bandeirantes e etc) tentasse desqualificar a luta por dignidade dos professores paulistas.

Os professores estão em greve a um mês, por melhores salários, uma plano de carreira dígno e contra as demissões que ocrreram no início de 2010.

Em Assembleia realizada próximo ao estádio do Morumbi, os professores decidiram manter a greve.

fotos:  http://assprofessores.blogspot.com/