O reitor da UFRB, Universidade Federal do RECÔNCAVO da Bahia parece que está desesperado realiza reuniões políticas em todas as cidades. A vítima dessa vez foi a maior cidade do interior do Norte e Nordeste do país veja só:
A reunião realizada dia 16/07, entre o Reitor da UFRB Paulo Gabriel Soledade Nacif e lideranças políticas do município de Feira de Santana, contribuiu para esboçar um plano estratégico através da mobilização entre a sociedade civil, as lideranças políticas da região, a bancada baiana na câmara e a própria comunidade local, com o intuito de concretizar a instalação de um campus na região.
Isso é crime eleitoral em véspera de eleição. Daqui a pouco ele vai querer implantar um campus em Salvador, que também fica situada no Recôncavo da Bahia (leia-se entorno da Baía de Todos os Santos). Para os que se fingem de imbecis, Feira de Santana tem sua Universidade Estadual (UEFS) e poderá ter a sua Universidade Federal independente da Universidade Federal do Recôncavo. Feira é uma metrópole maior do que muitas capitais. A Universidade do Recôncavo deveria ter como princípio a necessidade de levar desenvolvimento humano a região berço da civilização genuinamente brasileira. Ainda nem chegou a Valença, a Nazaré e a badalada e humilhada Santo Amaro da Purificação. A UFRB não precisa de Feira para sobreviver e Feira não precisa da UFRB para ter sua própria Universidade Federal. Feira precisa é ser amada pelos seus habitantes, mas isso é outra questão. O reitor daqui a pouco vai querer colocar um campus da UFRB em Paripe, Periperi, Plataforma, Lobato, Ribeira, Gamboa e Porto da Barra, que aliás é mais Recôncavo do que Feira , a Princesa do Sertão.
Tenho uma sugestão: o reitor que de bôbo não tem nada deveria tentar colocar um campus da UFRB em Vitória da Conquista, Ilhéus, Itabuna, Caruaru, Jaboatão, Olinda, Paulista, Campina Grande, Juazeiro do Norte, Juazeiro da Bahia, Camaçari, Caucaia, Mossoró, Imperatriz, Ananindeua e Santarém. Aí a UFRB poderia ter uma abrangência maior do que latifúndio histórico Garcia D?Ávila. Tá na hora de tomar vergonha na cara minha gente!
Cadê os formadores de opinião de Valença, Santo Amaro, Nazaré e Maragogipe? Onde estão os fomadores de opinião de Conceição do Almeida, Sapeaçu, Castro Alves, Salinas da Margarida, Muniz Ferreira, São Felipe, Dom Macedo Costa, Governador Mangabeira, Muritiba, Cabaceiras, São Félix, São Gonçalo dos Campos, Saubara, Conceição do Jacuípe, Terra Nova, Amélia Rodrigues,Teodoro Sampaio, Conceição da Feira, Jaguaripe, Aratuipe? Fico olhando o mapa e vejo que a UFRB já chegou até Amargosa, para chegar em Eunápolis, Teixeira de Freitas e Blumenau é um pulo!