Diversos movimentos, organizações e indivíduos viram a necessidade de uma articulação para dar respostas a esse cenário. A Frente Nacional Drogas e Direitos Humanos foi criada em 2012 e já reúne mais de 50 entidades. É fundamental, no entanto, a existência de atuações concretas locais. Nesse sentido, convidamos todas e todos a participar da constituição da Frente Drogas e Direitos Humanos São Paulo.

8 de novembro, das 9h às 17h
Rua Arruda Alvim, 89 (perto do metrô Clínicas)

Faça sua inscrição pelo e-mail:  eventos05@crpsp.org.br

Confirme presença no face:  http://www.facebook.com/events/399334116806211/?context=create



Programação

9h ? credenciamento


9h30 ? Abertura
- Marco Magri (Frente Nacional Drogas e Direitos Humanos e Coletivo DAR)
- Marília Capponi (Conselho Regional de Psicologia SP)


10h ? Mesa ?Impacto da proibição das drogas sobre os direitos humanos em SP?
- Weber Lopes (Projeto Meninos e Meninas de Rua), encarceramento em massa e criminalização da pobreza
- Daniela Skromov (Defensoria Pública), ação na cracolândia
- Anderson Lopes (Movimento Nacional da População de Rua)
- Júlio Delmanto (Coletivo DAR), lutas antiproibicionista e antimanicomial
- Daniel Adolpho (CEDECA Interlagos), panorama da política de saúde mental


13h - Almoço


14h - Plenária "A conjuntura pede respostas"