A juventude de Barra Mansa merece e exigirá respeito

Os jovens de Barra Mansa nos últimos anos passaram e passam despercebidos do poder público municipal dentro alguns governos que se passou no poder executivo quanto no legislativo da cidade.
A juventude não pode muito comemorar em relação de políticas públicas aos jovens, políticas estas que deveriam focar a saúde da juventude quando se trata de assuntos sobre drogas, HIV, má alimentação, deveriam ter trabalhado programas de geração de renda e primeiro emprego aos jovens da cidade, faltou e faltam mecanismos de inserção do jovem a cultura, não há valorização dos profissionais da educação no município com isso a educação e projetos ligados a construção do saber do indivíduo ficaram por tempo parados, colocando em risco a formação intelectual da juventude barramansense.

Muitos na cidade crêem que juventude mesmo vivenciando um ciclo de perdas e falta de oportunidade acabou se calando de vez, mas pelo contrário, não foi desta forma que realmente aconteceu, temos algumas coisas ainda lamentar que se perdesse de fato um pouco, que são as lutas nas ruas em prol dos direitos, mas nunca a juventude vai se omitir por um todo.

Porém, alguns fatores de mobilização da juventude tende ser observada, uma coisa que se passou despercebido durante o processo eleitoral por muitos maquiavélicos da política na cidade foi o potencial da juventude em mobilização e organização. Esta tal mobilização citada é referente não nas ruas e nas praças como de costume até em prol do calar das oportunidades de organização de grupos na cidade e até mesmo em prol de ?falsos? líderes que atualmente em alguns grupos organizados apenas visam interesse pessoais a frente de governos;A geração que se constrói a cada dia sobre mobilização de jovens na cidade assim como no país por um todo é maior nas redes sociais, é a geração Twitter, Facebook e blogs de mobilizarão.
Geração esta que ganha espaço e resultados como que ocorreu nas redes sociais antes do processo eleitoral a se definir de fato quem venceria as eleições municipais para o cargo de prefeito quanto vereança, milhares e milhares de vídeos, imagens, textos entre outros foram compartilhados em vários sites de conexão jovem, a informação circulava a todo vapor para garantir a unidade popular defendida pelo os jovens. Com isso o quadro se definiu e elegeu novos políticos para o legislativo e uma renovação no executivo de Barra Mansa. Isso é um reflexo da participação juvenil no processo eleitoral, isso é de fato também a uma mobilização dos jovens quando se trata de insatisfação com a atualidade e mostram que a juventude não tem medo de inovar, não tem medo de mudar, não tem medo de transformar o meio que está inserida.
Mostrou sua cara e obrigou os maquiavélicos da cidade a repensar como gerenciar melhor um marketing eleitoreiro, pois este de fato não venceu e com certeza não vencerá mais eleições nesta cidade nos próximos anos. A juventude não é imatura como alguns pensam, tão pouco vai se calar nesta trajetória inicial de transição na prefeitura quanto na Câmara Municipal que se iniciará já em 2013. A juventude merece respeito e exigirá respeito.


Johnes Hebert- Técnico em Serviços públicos,Líder da juventude no Sul Fluminense e blogueiro do juventudebm. blogspot.com