Já manifestei aqui minha contrariedade quanto a espoliação dos royalties proposta pelo congresso. Para resumir, me parece parece uma atitude indigna: Suponha que você ou alguém ache ouro no seu quintal mas ninguém na vizinhança consiga o mesmo. Antes que possa usufruir da sua sorte, os vizinhos inflados pela cobiça se juntam e usando de sua superioridade numérica reclamam sua parte alegando que o subsolo é de todos, blá, blá, blá... Agora suponha que um vizinho seu ganhe na loteria: Você e outros vizinhos se juntam e tiram do sortudo alegando que a sorte é de todos. O nome real dito tudo é ROUBO. É que nós estamos tão acostumados com uns poucos roubarem de muitos, tipo a corrupção e roubo do governo, que não distinguimos mais quando uma turba usa de sua força para espoliar um único indivíduo, também estão roubando, sem atenuantes.

Pois a Dilma achou uma solução salomônica para tudo isto:
Ninguém receberá estes royalties, serão destinados exclusivamente para a educação deste povo para que consiga distinguir claramente o que é um ROUBO.