Por Gideon Levy, do jornal Haaretz (Israel).
Tradução de Katarina Peixoto