De acordo com a pesquisa de opinião, 40% da população de São Paulo deixou de ver a morte como problema e passou a vê-la como solução.

 http://prod.midiaindependente.org/indymediabr/servlet/OpenMir?language=pt&do=opensession&sessiontype=article&colorscheme=blue

Será que uma boa parte desses entrevistados não os próprios criminosos, na esperança de que os seus concorrentes sejam eliminados enquanto eles não seriam poupados?

Uma sociedade em que a violência é vista como solução e não como problema e que uma polícia matadora de pobres é vista não como parte do problema, mas como solução, é uma sociedade doente e moribunda, ou muito burra.

Tenho esperança de que essa pesquisa esteja errada, como muitas outras pesquisas feitas sob encomenda para justificar alguma intenção espúria ou para plasmar uma realidade que os encomendadores da opinião não conseguem realizar.

O mais engraçado é que 95% ou mais da população brasileira é cristã. Imagine se fossem satânicos...

Olho por olho e dente por dente, e a população de São Paulo acabará cega e banguela.