O FHC e o Delfim aproveitaram para fazer um escândalo. Esqueceram que quando foram ministros, só provocaram penúria no povo, mas permitiram o florescimento dos maiores Bancos do mundo. Eu me lembro perfeitamente, não tentem se fazer de esquecidos. Será que pensam que serão chamados para a Fazenda?

Mas vejamos os componentes deste Pibinho:

 http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,piora-de-resultado-de-bancos-afetou-o-pib-,967708,0.htm

Agropecuária - Cresceu bem.
Indústria - Cresceu.

Mas:

Importações - Decresceram bastante.
Bancos - Decresceram.
Investimentos(Bolsa) - Decresceram.

Diante das circunstâncias mundiais está MARAVILHOSO.
Os setores de riqueza real, que geram mais empregos bem remunerados e importantes estão crescendo. Desde quando o setor de Importações gera empregos. Gera empregos no país de origem, China e Coréia, por aqui só destroem empregos.

As importações devem cair mesmo, brasileiro só importa BMW. A conta de importação de livros ou máquinas deve ser ridícula.

Bancos devem cair mesmo. Intermediação financeira= taxas e juros do cartão de crédito .Não é isto que todos querem, menos taxas e juros no cartão?

A Bolsa é um caso complexo. Analistas que dizem que sabem a causa/efeito do comportamento das bolsas estão mentindo. Se soubessem já estariam ricos e não seriam mais analistinhas de bancos. Esqueçam o Analistas.

Eu trocaria 10 pontos percentuais de Importações e Bancos por 1 de Indústria.

Na minha opinião: Este PIB revela, nas entrelinhas, que há uma mudança de foco do Governo, passando a privilegiar o Capital Industrial e Agro em detrimento do Capital Financeiro, como é uma tendência mundial após o crash. Palmas, nada a reclamar. Mas os Bancos e seus asseclas ex-ministros e imprensam reclamam. E daí?