Em entrevista concedida durante a última campanha eleitoral, em Belo Horizonte, o ex-ministro da Cultura Juca Ferreira fala sobre memória autoritária e violência, e da necessidade de acesso amplo à Cultura.