Por Patrick Granja

Na última quinta-feira, dia 29 de novembro, centenas de estudantes e trabalhadores se reuniram mais uma vez para protestar contra o aumento dos preços das passagens de ônibus no Rio de Janeiro. O novo reajuste prevê um aumento da tarifa de R$ 2,75 para R$ 3,05. A última manifestação aconteceu no início de novembro, na Central do Brasil. Na ocasião, várias pessoas foram presas e muitas passaram mal por conta do spray de pimenta e das bombas de gás atiradas pela tropa de choque da PM.

No protesto da última sexta, os manifestantes partiram da igreja da Candelária e caminharam até a Cinelândia, um dos trajetos mais movimentados do Centro do Rio. No caminho, várias pessoas que passavam pela rua manifestaram apoio ao movimento. Chegando à Cinelândia, manifestantes atiraram bombas de tinta vermelha e picharam os muros do prédio da câmara de vereadores do Rio. O movimento prometeu agendar uma nova manifestação para os próximos dias e convoca todos os cariocas a tomar as ruas da cidade contra o aumento do preço das passagens de ônibus.





A NOVA DEMOCRACIA
 http://www.anovademocracia.com.br/
Blog da redação:  http://www.anovademocracia.com.br/blog
Facebook:  http://www.facebook.com/jornalanovademocracia
Twitter:  http://twitter.com/jornaland


Blog do comitê de apoio ao jornal A Nova Democracia:  http://comite-anovademocracia.blogspot.com/


Apoie a imprensa popular e democrática!
Leia e divulgue o jornal A Nova Democracia!