Quando a sociedade achava que agora a imprensa e o STF iam pautar o mensalão do PSDB e do DEM, eles vêm com mais acusações levianas contra Lula e o PT. Com o agravante de que, tanto o mensalão mineiro como o dos democráticos, foram anteriores ao do PT e nem sequer se cogita de seu julgamento. O mensalão do PT, diga-se de passagem, foi julgado primeiro e por ?mera coincidência? no período eleitoral.

A presidenta Dilma tem dito e reafirmado: ?prefere o barulho da imprensa livre ao silêncio das ditaduras?. A sociedade brasileira precisa urgentemente buscar a imprensa realmente livre, pois a imprensa no Brasil está a serviço do grande capital que quer o PT fora do governo, e para isso tem que eliminar Lula, seu principal cabo eleitoral.

Todo esse ataque ao PT, se dá, principalmente porque o partido defende uma melhor distribuição de renda no país, através de políticas compensatórias voltadas para os mais pobres, como o bolsa família e a política de cotas. O atual governo brasileiro ainda aumentou o crédito e diminuiu os juros a pessoas físicas, principalmente através da caixa Econômica e do Banco do Brasil, e aos empresários através do BNDES.

Com Lula e Dilma no governo, o Brasil já é a sexta economia do mundo, e muitos economistas dizem que já estamos no pleno emprego. Lógico que não está tudo resolvido no Brasil, mas creio que estamos no caminho certo.

E para que ninguém duvide dessas afirmativas e do caráter golpista de nossa mídia, com perseguição política e ferrenha a Lula e o PT, no julgamento do mensalão do PT a revista Veja, em matéria de capa, afirmava que, segundo Marcos Valério, Lula era o chefe do mensalão. Essa matéria da Veja repercutiu por toda grande imprensa. Lendo essa matéria não encontramos nenhuma entrevista ou declaração de Marco Valério sobre o tema, e concluímos que se tratava de uma pegadinha, dessas que fazemos na família ou entre amigos. Mas a revista Veja estava falando para a sociedade brasileira e de um ex-presidente da República, que mereceria, de qualquer um de nós, um pouco de respeito e seriedade. Inclusive a revista imputou a chefia de uma quadrilha criminosa a Lula, sem nenhum fundamento.

Depois disso eles, a mesma imprensa, afirmam que Lula e Rosemary, a ex-chefe de gabinete da presidência em São Paulo, têm um caso extraconjugal. Isso de forma tendenciosa e nada livre, como imagina e defende a nossa presidenta, e sem nenhum fundamento palpável, apenas por imaginação e dedução, seguindo a mesma lógica do julgamento do mensalão do PT:


Na verdade, a grande mídia brasileira está em plena campanha para a sucessão presidencial de 2014 e não quer a continuidade do PT no governo e, como deduziu que para isso tem que destruir Lula, persiste nessa saga diariamente. Além disso, a grande mídia teme um movimento da sociedade brasileira em busca da imprensa livre em substituição à mídia golpista instalada no Brasil. O mundo desenvolvido já democratizou a mídia. Em nosso continente, a Venezuela e Argentina já iniciaram o processo, e por isso são atacados duramente por nossa mídia. Precisamos imediatamente acabar com a ditadura e o monopólio da mídia no Brasil e colocá-la a serviço da sociedade!

RIO DE JANEIRO, 11 de dezembro de 2012