Em sua primeira edição, 2012, as fotos faziam releituras de obras famosas ? com o diferencial de colocar a figura das travestis nos centro dessas obras. Nesse ano, a intenção era questionar a ausência de visibilidade para a temática trans. A primeira edição ganhou as mídias nacionais como uma grande polêmica ? programas de televisão como Mais Você e Agora é tarde, jornais como Folha de São Paulo e O Povo, portais como Terra e o da revista Istoé ?, essa visibilidade apenas devido a polêmicas só evidenciou ainda mais o quanto a sociedade é excludente com essas questões.
O Translendário 2013 será lançado em janeiro.

Por que apoiar o Translendário 2013?

Acesse  http://catarse.me/pt/translendario2013# para conhecer melhor o projeto e as recompensas que você pode receber pelo apoio a ele.