Enquanto o governo de Dilma/Lula arrocha os salários,
as prefeituras ?limpam? moradores das favelas
O circo eleitoral contra a luta operária
Nenhum voto a nenhum candidato das frentes populares, seja do PT-PMDB-PCdoB,
ou do PSOL e PSTU com apoio direitista por baixo dos panos!!
Abaixo os políticos, partidos e coalizões da burguesia! Por um partido operário revolucionário!!!

A cada dois anos, a burguesia monta seu circo para iludir a população, e em particular a classe operária, através de seu aparato eleitoral. Depois de meses de greves acérrimas, a máquina de fabricar ?opinião pública? está desperdiçando fabulosas somas para caçar votos. Ao mesmo tempo em que segue jactando-se do suposto ?boom? que sustentou o governo Lula e agora o de sua substituta Dilma, o Partido dos Trabalhadores no poder insiste na ?austeridade?. Em meio das campanhas pelas eleições municipais, o julgamento dos principais casos do escândalo do ?mensalão? ocupa as manchetes dos jornais e os noticiários televisivos. Se os romanos governavam ao divertir a plebe com a fórmula ?circo com pão?, a versão brasileira tem muito circo e bem pouco pão para os trabalhadores. E enquanto as prefeituras de direita e da frente popular PT-PMDB-PCdoB(que apenas e com muito fisiologismo,vëm ¨¨ganhando¨¨ eleicöes) ?limpam? as favelas em interesse do capital, os esquerdistas oportunistas do PSOL e do PSTU só oferecem mini frentes populares pela porta dos fundos, apoiados por forças burguesas como o PSDB (Rio de Janeiro) e o PV (Belém). O circo eleitoral contra a luta operária (outubro de 2012) Siga lendo este e outros textos em:  http://www.internationalist.org/indiceport.html