Ministro Joaquim Barbosa, negro, de origem humilde, ascendeu ao posto máximo de qualquer postulante na carreira jurídica: ser membro e presidente do STF - a mais alta corte de justiça do Brasil.

Como relator do chamado "Processo do Mensalão", se destacou como firme perseguidor da justiça e implacável com os corruptos, tendo várias vezes discutido asperamente com os defensores da corrupção do STF.

Com atuação impecável, condenou todos os mensaleiros a vários anos de prisão, notadamente o chefe do esquema José Dirceu e seus asseclas José Genoíno e João Paulo Cunha.

Sem dúvida alguma é o grande personagem do ano de 2012 pois deu aos brasileiros a esperança de mudança no paradigma da corrupção e impunidade no Brasil.