BUROCRACIA SINDICAL CORRUPTA FESTEJA NOVO ANO COM SALÁRIO MÍNIMO DE MISÉRIA DADO POR DILMA

O governo Dilma anunciou em R$ 678,00 o valor do novo salário mínimo a partir de dia 1º de janeiro de 2013. O Planalto também decidiu pela isenção de Imposto de Renda sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) para quem recebe até 6 mil reais. Logo a burocracia sindical corrupta saiu cinicamente a comemorar a quantia miserável, apresentando-a como uma "grande conquista para os trabalhadores". Segundo o presidente da CUT, o arquipelego Vagner Freitas, "É uma boa notícia de Ano Novo para os trabalhadores e trabalhadoras, resultado de esforços coletivos, do empenho da CUT e de suas entidades filiadas". Já para a CTB "o anúncio do novo valor para o salário mínimo (R$ 678), feito pela presidenta Dilma consolida uma consistente elevação do ganho real a partir do governo Lula. Os números são incontestáveis e independem de julgamentos políticos". O valor festejado pela direção da CUT e da CTB não significa nem uma "diária" paga pelos sindicatos aos burocratas que a cada fim-de-semana participam de "congressos", fazendo turismo sindical e que não encaminham nenhuma luta concreta. O valor de R$ 678,00 não atende a necessidade de uma família trabalhadora, sequer repondo o índice real de inflação que gerou uma disparada dos preços nos últimos meses de 2012, o verdadeiro "presente de grego" que os capitalistas e o governo Dilma deram para os assalariados às vesperas do ano novo!

Leia este artigo na íntegra no BLOG político da LBI:
 http://lbi-qi.blogspot.com.br/

Siga-nos do TWITTER:
 http://twitter.com/LBIQI