Todo ano é a mesma coisa: chuva, nada mais do que água, acaba com a vida de centenas de pessoas (imagina se fosse terremoto ou tsunami). Destrói suas casas, seu pertences e até mesmo causa mortes. Todo ano é a mesma coisa, podem procurar os Desfavores da Semana de janeiro dos outros anos. Vem acontecendo sistematicamente e fica por isso mesmo. E enquanto ficar por isso mesmo, vai continuar acontecendo.

Uma coisa que eu venho repetindo aqui faz tempo e muita gente me desacredita deve ser dita mais uma vez: o povo não recebe melhorias estruturais não apenas pelo desvio de dinheiro e corrupção, mas sobretudo por INCOMPETÊNCIA. Sobra dinheiro que é devolvido aos cofres públicos no final do ano por falta de PROJETOS. Sim, é isso mesmo. O problema não é falta de verba, é falta de CÉREBRO de saber o que fazer com essa verba. Falta de cérebro de não conseguir adequar um projeto às normas e requisitos estabelecidos pelo Poder Público.

Eu já acompanhei de perto a situação. Muitas vezes nem é preguiça ou vagabundagem, os encarregados tentam, tentam muito, mas fazem projetos tão de merda que não tem como serem aprovados. Enquanto isso a verba para evitar desastres (como tantas outras verbas) fica parada o ano todo e não é gasta. BILHÕES são devolvidos. É nisso que dá esses trocentos cargos comissionados (de ?confiança?) que empregam gente despreparada cujo único mérito é ter bons contatos. A coisa não anda. É ruim para todo mundo, pasmem, até mesmo para os corruptos, que não podem tirar do papel sua obrinha superfaturada e embolsar um qualquer favorecendo colegas em licitações.

Se é ruim para todo mundo, porque continua acontecendo? Por INCOMPETÊNCIA, por causa da imbecilidade que reina no funcionalismo público. Concursos emburrecidos que aprovam quem decorou o exato teor de uma lei mas não tem jogo de cintura para raciocinar quando algo sai do previsto nem para inovar ou oxigenar órgãos que funcionam a passo de cágado coxo. Funcionários nomeados em cargos de confiança que não tem a menor ideia do que estão fazendo ali e muitas vezes nem sabem qual é a função do órgão que trabalham. Funcionários antigos, acomodados e obsoletos que desempenham sua função de forma robotizada morosa e desatualizada. Estes e tantos outros personagens são coautores destas mortes por causa das chuvas, não apenas Prefeito e Governador.

Claro que em ultima instância, a culpa é do Prefeito e do Governador, porque afinal, eles nomearam estes imbecilóides. Eles não cobraram a apresentação de projetos por parte destes imbecilóides. Eles observam voltar aos cofres públicos todo ano verbas destinadas a um fim que nunca se concretizou e não apertam esses imbecilóides para que trabalhem e aproveitem o dinheiro em favor do povo. Mas não são os únicos. O círculo vicioso é enorme e no final das contas, até o próprio povo tem sua parcela de culpa. Por exemplo, quem vota no PT nas esferas estadual e municipal SABE (porque não é possível que não se perceba, é gritante demais) a enxurrada de nomeações de semianalfabetos cabos eleitorais em tudo quanto é órgão. Quem se elege nomeia os amigos, amigo de analfabeto é analfabeto.

No Rio por exemplo, as pessoas votam em filhos da puta públicos e notórios que já os foderam antes. Quem aqui não se lembra de tragédias como a de Nova Friburgo, Angra dos Reis e do Morro do Bumba? (eu citaria uma lista de três páginas se tivesse espaço!) Tudo sob o comando de Serginho Alcoólatra Cabral e Eduardinho Queima Rosca Paes (vulgo ?Tudo? entre quatro paredes gays). Aprenderam a lição? Não aprenderam a lição, daí foram lá e reelegeram AMBOS. Meus queridos, tomem teto na cabeça, tomem lama, tomem morte, tomem no cu porque francamente, carioca só pode ter bosta podre de hipopótamo na cabeça para reeleger esses merdas ou para não fazer nada a esse respeito.

E como se não bastasse essa palhaçada toda, quando a desgraça acontece o discurso é sempre o mesmo: todo mundo se mobiliza e quer aparecer no RJTV como se estivesse dando o melhor de si para ajudar as vítimas. Porra, seus filhos da puta! Depois que a casa caiu no teto da pessoa, matou seu filho e lhe tirou todos os seus pertences, NÃO ADIANTA MAIS! Que tal usar os bilhões disponibilizados para evitar que isso aconteça? Não dá, né? Junta vinte funcionários públicos cariocas e não somam um único cérebro. Sabe porque? Porque quem tem vergonha na cara não tem estômago para trabalhar nesse esquema, como entra acaba saindo. Gente que faz não suporta a forma como a banda toca no funcionalismo público carioca e pula fora. Ou nem entra.

E quando eles vem com um papinho de que choveu mais do que o esperado? Todo ano eu escutava isso quando morava no Rio. Ano após ano justificando a morte de pessoas porque choveu mais do que o esperado. Será que ainda não perceberam que até março só existem duas opções para o Rio de Janeiro? Ou você morre torrado, ou morre alagado. Já que faz anos que erram na conta sobre a chuva que era ?esperada?, que tal trabalhar com uma margem de erro enorme, para não correr o risco para o próximo ano? ESTÁ SOBRANDO DINHEIRO, e não é na casa do milhão não, está sobrando dinheiro na casa do BILHÃO!

Mas para fazer show na praia com Steve Wonder tem projeto. O cachê dele era de dois milhões e o custo total do show foi de SETE milhões, ou seja, a Prefeitura gastou CINCO MILHÕES DE REAIS na montagem de um palco na praia, porque sim, foi na praia, nem casa de show teve que alugar. Para isso neguinho dá destinação à verba pública, porque pão e circo valem à pena e se os Zé Bucetas das pastas da ?Cultura? não soltarem muita diversão com verba pública levam comida de rabo, levam esporro e são exonerados. Então, rola toda uma fiscalização e exigência para montar show. Mas para fiscalizar um investimento ?silencioso? como a construção de encostas (aquele que se dá certo simplesmente não acontece nada), não há interesse. Pra que? Quando dá merda basta ir para a Globo com cara de cachorro cagando na chuva, pagar de solidário e fica tudo certo.

Com que cara este bando de filhos da puta aparece na TV com expressão transtornada e frases feitas? MAIS UMA VEZ choveu e morreu gente, gente perdeu suas casas, tragédias que podiam ser evitadas não foram. Spoiler: não adianta tentar culpar os moradores, eles pagavam IPTU, ok? Eles tinham o aval da Prefeitura para estar ali e tinham o direito a sua assistência. Spoiler 2: Vai ter mais chuva e vai morrer mais gente. Sabe porque esses filhos da puta vão posar de transtornados no Jornal Nacional? Porque eles não tem MEDO. Porque vem fazendo isso há anos e vem colando. No dia em que algo acontecer, algo que lhes provoque um verdadeiro temor de brincar assim com a vida do povo, eles vão pensar duas vezes e vão fiscalizar a aplicação do dinheiro público para salvar vidas humanas.

Uma opinião pessoal: fosse meu filho, meu pai, meu irmão, minha irmã, meu marido, minha mãe ou qualquer pessoa querida a morrer numa tragédia dessas, eu pegava uma arma e dava um tiro no responsável, mesmo que fosse muitos meses depois. Não é vingança, é uma forma de que dali para frente os que vem tenham medo de deixar isso acontecer novamente. É barbárie se portar assim? Não, barbárie é o que esses filhos da puta fazem com o povo impunemente há décadas. Se portar assim é apenas um mecanismo de defesa. Já que a vida humana parece valer bosta para eles, vamos fazer com que a vida deles também valha bosta para a gente.

Mas sabe quando esse povo pacífico vai aprender a se defender usando os meios que forem necessários? Nunca. Semana que vem metade dos que sofreram alguma perda estão em bloco de rua pulando carnaval e se encachaçando. E ainda tem quem defenda a bosta do Rio de Janeiro e o carioca? Sim, o Rio é uma cidade maravilhosa? DE LONGE!

AINDA BEM QUE EU NÃO MORO MAIS NO RIO! (vocês vão me ver escrever muito isso durante este ano)


Para lamentar que eu não tenha o peso de incitar mortes que a Globo tem, para dizer que não adianta matar um filho da puta porque logo vem outro filho da puta em seu lugar ou ainda para reclamar que eu fiz do tema uma guerrilha pessoal contra o Rio de Janeiro:  sally@desfavor.com