Nesse momento o batalhão de choque da policia está invandindo a aldeia maracanã com intuito de despejar os indígenas que ali vivem e derrubar o museu do índio para a construção do estacionamento do Estádio para a COPA.

Os indígenas e apoiadores estão dispostos a resistir.