Realizou-se nos dias 17 e 18 鷏timo, um encontro sindical convocado pela Federac鋙 Sindical de Trabalhadores/as Mineiros na Bol韛ia, junto com a Universidade Obreira S閏ulo XX e como 骲vio, contou com a presenca da Central Obreira na Bol韛ia(COB) atrav閟 de seus executivos al閙 dos dirigentes das Centrais Obreiras Departamentais(equivalentes aqui as Estaduais),junto com Confederac鰁s e Federac鰁s de trabalhadores/as na Sa鷇e, Educac鋙,T離teis etc. Tamb閙 estiveram trabalhadoras/res de base e militantes de partidos e grupos de 创esquerda创. Qual era o objetivo maior?? Por parte da Comis鋙 Pol韙ica da COB, ver aprovada os documentos que resultariam no IPT: Instrumento Pol韙ico dos Trabalhadores/ras, isto , um novo Partido.
Foram 550 os participantes de debates que foram levados atrav閟 de emendas que ser鋙 sistematizadas e dentro de 30 dias, em um Congresso Fundacional, devera-se aprovar o programa, estatutos, nome completo e sigla.
Primeiro destaque: com o ascenso de Morales e a r醦ida conformac醥 de seu MAS(创Movimento Ao Socialismo创),num quadro de crise de governabilidade burguesa(mais um), como num passe de 创m醙ica创, esta organizac鋙, passou a ter controle tamb閙 da COB, por n鋙 dizer de quase todos os setores sindicais/estudantis/eclesiais. Tudo indica que com a COB a situac鋙 mudou.
Ao contr醨io dos otimistas rid韈ulos, que v雖 com bons olhos (n鋙 o encontro em s, este sim, positivo sobretudo pela presenca das bases) mas a formac鋙 de mais um partido, destacamos que o que n醥 falta s醥 创partidos创, isto : -o que esperar de mais um partido onde na composic醥 das forcas presentes, predominam dois setores majorit醨ios, um liderado por Jaime Solaris, ex-secret醨io executivo da COB que liderou as rebeli鰁s contra mais um presidente manipulados pelos imperialistas/capitalistas sobretudo nos EUA (Gonzalo Sanch閦 de Lozada) que tem posicionamentos mais a 创esquerda创 mas que a igual que Juan Carlos Trujillo(Secret醨io Executivo atual da COB)pretendem arrebanhar os setores mais vitais da classe oper醨ia e trabalhadora como forma de paraliz-la ou manobr-la caso o governo social-democrata de Evo Morales, enfrente s閞ios problemas num curso de maiores dificuldades sobretudo da economia mundial.
Algo que se pode concluir, de acordo com o 创documento guia创 apresentado pela executiva cobista, a de um Partido com forte refer閚cia no PT de Lula, seu grupo dos 113, da corrente 创Articulac鋙创, isto , mais um Partido Social-Democrata,em raz鋙 do evidente desgaste do atual 创MAS创 que n髎, prolet醨ios e pobres/miser醰eis do campo, N腛 NECESSITAMOS!!! Mais um 创Partido创 que com todas fraseologias radicais e refer閚cias te髍icas extremadas(inclu韓do mao韘tas, guevarista,todos os etapistas,etc), no fundo, t雖 como objetivo formar mais uma frente-popular(bis)e n鋙 o de se tornar uma ferramenta pela imprescind韛el Revoluc鋙 Socialista, um aut閚tico Partido Oper醨io Revolucion醨io.