A medicina convencional (com base em farmacêuticos e cirurgias), está em crise!

Em pleno início do século 21 o homem possue o conhecimento necessário para erradicar as doenças crônicas mas se encontra diante da impossibilidade de beneficiar a si próprio e às gerações futuras do uso desse conhecimento devido ao monopólio coercivo da indústria farmacêutica com as suas mercadorias ultrapassadas sobre o denominado "mercado de doenças" [1].

Ao tomar conhecimento do conteúdo deste texto e das referências citadas o leitor estará contribuindo para a erradicação de doenças que hoje representam um mercado de trilhões de dólares para a indústria farmacêutica. Ao assumir responsabilidade pela sua própria saúde e pela saúde dos seus familiares e ao passar o seu conhecimento para as gerações futuras o leitor estará contribuindo para o término da dependência imposta pela indústria farmacêutica sobre a saúde das pessoas.

Quem chama a atenção da população mundial para a atual crise da medicina é o médico e cientista, renomado mundialmente, Dr. Matthias Rath [2].

O Dr. Rath é o fundador da ?Fundação pela Saúde? [3] uma organização sem fins lucrativos que sustenta um projeto ambicioso: a construção de um novo sistema de saúde, um sistema que funcione a nível mundial, e que seja baseado na prevenção, no tratamento e na erradicação de doenças atravéz do uso de terapias naturais comprovadas cientificamente. ?Saúde para todos pelo ano de 2020?, é o lema do projeto [4].

O Dr. Matthias Rath é conhecido por ter liderado o avanço científico na área de vitaminas e saúde cardiovascular [5]. Formado em medicina pela Universidade de Hamburgo na Alemanha ele trabalhou como pesquisador no centro do coração em Berlin onde seguiu o seu interesse na área de pesquisa cardiovascular. O Dr. Rath aceitou o convite de Linus Pauling para se tornar o primeiro diretor de pesquisa cardiovascular do Instituto Linus Pauling na Califórnia logo após ter publicado o seu primeiro artigo científico no Journal of the American Heart Association. Durante o tempo em que atuou como diretor de pesquisa cardiovascular no Instituto Linus Pauling ele publicou vários outros artigos científicos em co-autoria com Linus Pauling [5, 6, 7, 8, 9, 10]. Os detalhes do seu trabalho estão documentados no seu livro "Dez anos que mudaram a face da medicina para sempre" [11]. Após deixar o Instituto Linus Pauling, o Dr. Rath passou a coordenar o seu próprio instituto de pesquisa, também na Califórnia.

O trabalho do Dr Rath tem grande parte de suas origens nas idéias de Linus Pauling sobre o papel da vitamina C no organismo humano, a qual é importante para o bom funcionamento do sistema imunológico e para a manutenção da estabilidade do tecido conjuntivo. Na década de 1970 Linus Pauling apresentou a idéia da ingestão de vitamina C, em doses aparentemente altas, para combater o resfriado e previnir o cancer [12, 13]. O trabalho de Linus Pauling no campo das vitaminas causou uma mudança radical na forma como as vitaminas eram vistas pela comunidade médica e deu a ele o status de ?co-fundador? da medicina ortomolecular. Linus Pauling também contribuiu, juntamente com Dr. Matthias Rath, para a descoberta do papel da vitamina C na prevenção da ateriosclerose [5, 6, 9, 12].

Atualmente o instituto de pesquisa do Dr Rath na Califórnia ( http://www.drrathresearch.org/) tem conduzindo pesquisas científicas de alta relevância médica no campo das vitaminas e saúde natural, como por exemplo a descoberta da natureza das doenças cardiovasculares [1] e a descoberta do método natural para bloquear a metástase de células cancerígenas [14, 15].

Milhões de pessoas no mundo já estão se beneficiando do programa vitamínico do Dr. Rath no combate a doenças cardiovasculares e cancer [16, 17].

O projeto ?saúde para todos pelo ano de 2020? segue os princípios do conceito de ?Medicina Celular?, termo criado pelo próprio Dr Rath para expressar o fato de que a saúde e as doenças são determinadas a nível das células que constituem o nosso corpo, e não ao nível dos órgãos, como é a idéia defendida pela ?medicina convencional? (ou medicina sintomática) [18]. A ?medicina celular? reconhece a importância dos nutrientes celulares (cada vez menos presentes na nossa alimentação diária atual a qual é composta basicamente de alimentos processados) como essenciais para a manutenção do metabolismo celular e portanto do bom funcionamento do organismo como um todo, e o fato de que o organismo humano possue uma capacidade intrínseca de ?auto-cura?. Assim sendo, o único fator que pode impedir o funcionamento de uma célula, e, por conseguinte, dar origem à doença, é a ausência de nutrientes e/ou de bioenergia ao nível de células. Em resumo, a medicina celular estuda: 1) o papel dos nutrientes celulares (vitaminas, minerais, aminoácidos e oligoelementos), 2) a causa de doenças a nível celular e 3) como previnir e tratar doenças atravéz do uso de nutrientes celulares [18].

Para alcançar a meta de promover ?saúde para todos pelo ano de 2020? o Dr. Rath tem escrito vários livros na área de saúde celular [19, 20], bem como produzido material educativo e disponibilizado online gratuitamente [21, 22, 23, 24, 25, 26] e mantido um sitio online ( http://www4.dr-rath-foundation.org/) o qual é uma fonte líder mundial de material científico na área de saúde natural e celular. Entre as atividades desenvolvidas pela Fundação do Dr. Rath se destacam: 1) o "Movimento da Vida": uma campanha educativa global que une pessoas de todas as nações, culturas, raças e religiões em um objetivo comum, o de repassar às futuras gerações um mundo de saúde, paz e justiça social [27, 28, 29]. 2) "Body xq": o primeiro programa interactivo de educação sobre saúde que permite viajar dentro dos órgãos do corpo e ver e entender, por exemplo, as funções do coração humano (com zoom até o nível das células), e modificar fatores importantes, tais como deficiência de micronutrientes, observando como eles contribuem para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Essa ferramenta interactiva ajuda o usuário a entender de forma dinâmica como as doenças se originam no nível celular e a aprender sobre fatores que mantêm as células saudáveis e funcionando de forma ideal [22]. 3) "Seminário online sobre saúde celular": sitio online projetado para educar pessoas comuns, independente de formação profissional, sobre o papel dos nutrientes celulares na restauração e manutenção da boa saúde [30]. 4) "Alfabetização mundial pela saúde": campanha online para educar, informar e capacitar as pessoas, incluindo os jovens, sobre os vários aspectos da saúde e sobre políticas mundiais de saúde [21]. 5) "Campanha anti-Codex Alimentarius": campanha contra a criação de um padrão internacional de normas e diretrizes sobre os alimentos que seja controlado por interesses farmacêuticos e químicos e que vise restringir o acesso das pessoas a comida nutritiva e a suplementos vitaminicos e minerais eficazes. Para entender melhor: A Comissão do Codex Alimentarius (Codex) é o principal órgão mundial que faz propostas sobre todos os assuntos relativos à implementação de normas do Programa Alimentar da FAO / OMS. O Codex estabelece normas e diretrizes para, entre outras coisas: alimentos comuns; alimentos orgânicos, alimentos transgênicos, rotulagem de alimentos; vitaminas e suplementos alimentares minerais; alegações de benefício para a saúde; aditivos alimentares e resíduos de pesticidas. A evidência é inevitável entretanto, e em todas essas áreas, que o Codex está priorizando cada vez mais os interesses econômicos - e particularmente os das indústrias farmacêutica e química - antes da saúde humana. É importante entender que, se o controle sobre a oferta mundial de alimentos (ou seja, quem vai regulamentar e controlar o abastecimento global de alimentos a partir do produtor rural até a mesa do consumidor) cair nas mãos das indústrias química e farmacêutica, o resultado será um risco claro sobre a nossa liberdade de escolha, a nossa saúde e a saúde do meio ambiente. É com esta visão, a de que o escopo das atividades do Codex faz dele um perigo significativo para o futuro da saúde de toda a humanidade, que a campanha anti-Codex Alimentarius foi criada. [31, 32, 33]. 6) "wiki-rath.org": é uma biblioteca online independente criada em oposição à wikipédia. O objetivo é proteger e divulgar informações que estão sendo sistematicamente omitidas ou distorcidas pela wikipédia a qual tem o interesse de ofuscar o valor de novas tecnologias e avanços científicos em áreas chaves do progresso humano como ?energia renovável? e 'saúde natural?, e de até mesmo de difamar seus oponentes, como é o caso do conteúdo divulgado na wikipédia sobre o trabalho do Dr. Rath [34]. E 7) "Profit over Life": arquivo online de todos os registros dos Tribunais de Guerra de Nuremberge contra a IG-Farben, a maior multinacional do sector químico/farmacêutico da época [25].

Um dos achados científicos mais populares do Dr. Rath foi a descoberta da prevenção e da terapia natural da aterosclerose, a principal causa de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais, o qual está pode ser lido no livro "Porque os animais não têm ataques cardíacos, mas as pessoas sim" [1]. Neste livro o Dr. Rath descreve a natureza das doenças de origem cardio-circulatórias e ensina como prevenir e tratar de forma natural essas doenças. O livro, o qual foi traduzido para várias línguas, constitui o pilar de um novo sistema de saúde e pode ser lido online ou baixado na íntegra em formato PDF no link  http://www.por-que-os-animais-nao-tem-ataques-cardiacos.org/download.html. A resposta para a questão a qual o título do livro levanta está relacionada com o fato de que o organismo dos animais é capaz de produzir a sua própria vitamina C enquanto que o organismo humano necessita ingeri-la atravéz da alimentação diária (fato este ainda desconhecido pela maioria das pessoas). O livro deve ser lido por completo para um melhor entendimento sobre a atuação dos nutrientes celulares, principalmente a vitamina C, na prevenção de doenças cardiovasculares, e como o tratamento de tais doenças podem ser alcançados de uma forma natural. A leitura deste livro nos permite compreender que os conhecimentos na área de medicina celular já nos permite alcançar a erradicação de muitas doenças crônicas hoje, principalmente aquelas de origem cardíaca, tais quais aterosclerose, ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais, pressão arterial alta, batimento cardíaco irregular e insuficiência cardíaca, e problemas circulatórios relacionados com o diabetes [1].

Após ter desenvolvido os fundamentos da Medicina Celular o Dr. Rath identificou muitas outras doenças cuja causa primária é uma deficiência de vitamina. Pesquisas conduzidas no seu instituto têm divulgado que uma variedade de doenças e estados de saúde atuais podem ser evitados aplicando-se os conhecimentos da medicina celular [35, 36, 37, 38]. Além disso, descobertas científicas no mundo têm mostrado a eficácia dos micronutrientes e de outras moléculas biológicas no controle de várias doenças incluindo cancer e AIDS [35, 36, 37, 39, 40, 41, 42].

Entretanto, devido à influência da indústria farmacêutica na educação médica em todo o mundo, essas descobertas científicas não têm sido devidamente aplicadas pela medicina convencional para resolver os problemas medicinais [1, 43, 44, 45]. A disseminação desse conhecimento ameaça a indústria farmacêutica de várias formas: Primeiro porque essas moléculas biológicas não são patenteáveis e o lucro com a sua venda, em comparação ao lucro ganho com a venda de medicamentos patenteáveis, é bem menor. Segundo porque ao contrário dos medicamentos sintéticos que se limitam a inibir os sintomas das doenças, as moléculas biológica ajudam a regular o metabolismo das células e portanto ajudam a previnir o surgimento de doenças. E terceiro, porque terapias naturais com base científica ameaçam o monopólio global das drogas patenteáveis controlado pela indústria farmacêutica [43, 46].

O Dr. Rath considera a Indústria farmacêutica o maior obstáculo na saúde mundial. É fato que o Dr. Matthias Rath acusou formalmente a industria farmacêutica e os seus grupos financeiros de genocídio e outros crimes contra a Humanidade: ?Os acusados são responsáveis pela morte de centenas de milhares de pessoas que continuam a morrer, devido a problemas cardiovasculares e cancerígenas, e outras doenças que se podiam ter evitado e eliminado há já muito tempo? [47]. Esta denúncia foi submetida em Junho de 2003 ao Tribunal Criminal Internacional (International Criminal Court - ICC). O texto integral da denúncia apresentada pode ser lido online (e em Português) no sítio:  http://www4.dr-rath-foundation.org/The_Hague/complaint/portuguese/index.html [47].

De acordo com o Dr Rath, para entender a história do negócio farmacêutico com as doeças é preciso entender que a indústria farmacêutica não é uma indústria que cresceu naturalmente mas que foi arquitetada e construída como um investimento comercial o qual define a doença do corpo humano como um mercado. Um invetsimento que tem boa parte de suas origens nos interesses econômicos por detrás da segunda guerra mundial [1, 25, 27, 48, 49, 50]. A indústria farmacêutica é um investimento gigante o qual definiu as doenças do corpo humano como mercado e o futuro desta indústria depende da existência de doenças. Portanto os objetivos desta indústria são, basicamente, promover e expandir o mercado de doenças, manter o controle sobre esse mercado e manter a dependência eterna da população pelos medicamentos que ela produz [25, 46, 50, 51, 52]. A prevenção, os tratamentos direcionados às causas de doenças e, principalmente, a erradicação de doenças, ameaçam o gigantesco interesse financeiro por detrás desta atividade econômica.

O problema com a maioria das mercadorias comercializadas pela indústria farmacêutica, ou seja a maioria dos farmacêuticos, é que o seu método de ação é baseado em inibir os sintomas de doenças e portanto, de um modo geral, eles não tratam a causa das doenças. Já os nutrientes celulares são utilizados pelo organismo para a função e reparação celular funcionando como combustível biológico para os milhões de células do nosso organismo e portanto eles estimulam o organismo a reagir contra a enfermidade [18, 53].

Além disso os farmacêuticos são drogas artificiais e portanto causam efeitos colaterais pelo simples fato de serem substâncias não-naturais. O organismo humano não é capaz de utilizar essas substâncias para sustentar o metabolismo normal das células e portanto elas acabam sendo reconhecidas pelo próprio organismo como toxinas que devem ser excretadas por meio de um processo de desintoxicação, o qual consome energia e micronutrients celulares. O mecanismo de ação de farmacêuticos no organismo é diverso: alguns podem causar uma diminuição na absorção normal de micronutrientes pelo organismo enquanto que outros podem causar um aumento no consumo ou na excreção desses micronutrientes ou ainda inibir a produção de energia nas células. É essa interação dos farmacêuticos com o metabolismo que causa o tão chamado efeito colateral [54]. Já os nutrientes celulares possuem a vantagem de serem reconhecidos pelo organismo como substìancias naturais, e portanto, não oferecem o risco de efeitos colaterais [18, 53].

Estima-se que os efeitos colaterais dos farmacêuticos representam a quarta causa de morte nos Estados Unidos, perdendo somente para mortes causadas por infarto cardíaco, cancer e derrame cerebral [53, 55, 56]. Um exemplo de efeito colateral ocorre no tratamento quimioterápico aplicado a pacientes com cancer em uma tentativa de controlar o cancer. Entre a miríade de efeitos colaterias da quimioterapia, que surgem devido à toxicidade das drogas quimioterápicas sobre o sistema imunológico e os glóbulos brancos, se destacam a destruição da medula óssea, danos a órgãos, o surgimento de novos cancers e até mesmo a morte [39, 46]. Ainda pior é o fato de que esses outros problemas de saúde que surgem devido à toxicidade das drogas quimioterápicas são tratados pela medicina convencional com o uso de mais (outros) farmacêuticos para aliviar os sintomas dos efeitos colaterais da quimioterapia [39].

Os lobbys farmacêuticos criaram a idéia de que as vitaminas custam mais caro do que os medicamentos farmacêuticos. Esta é uma idéia falsa: os farmacêuticos superam em muito o custo de uma alimentação saudável e do uso de vitaminas e suplementos minerais como suporte pelo simples fato de que os nutrientes celulares tratam e previnem o surgimento de doenças enquanto que os farmacêuticos apenas inibem o sintoma de doenças além de causarem efeitos colaterais [57]. Além do mais, os nutrientes celulares, como substâncias naturais, não são patenteáveis e portanto não estão sugeitos a especulações. Aliás, esta é a principal razão pela qual tratamos doenças com substâncias artificiais (farmacêuticos): a imensa margem de lucro adquirida pela venda de ?substâncias patenteáveis? (compostos químicos não-naturais). Ao se dar conta deste fato é fácil entender de onde vem o lucro do negócio farmacêutico (que gira em torno de um trilhão de dolares): ele é proveniente das taxas de patentes (direitos exclusivos concedidos ao inventor para a fabricação e venda do produto patenteado) sobre substâncias ?sintéticas, não-naturais? [1, 29, 53].

Em síntese, o movimento iniciado pelo Dr Rath identifica o cartel farmacêutico e petroquímico como os causadores do atual impasse no desenvolvimento da humanidade e incentiva a substituição das mercadorias ultrapassadas desse cartel por tecnologias superiores e sustentáveis do ponto de vista socio-ambiental tais quais as energias renováveis e terapias naturais com base científica. Para isso, nós, as pessoas do mundo, precisamos adquirir conhecimento nas várias areas que afetam a nossa vida as quais incluem saúde, alimentação, energia, economia, meio ambiente e trabalho, de forma a criar perspectivas para os jovens e chances iguais para as nações em desenvolvimento. É preciso acabar com a dependência humana sobre o uso de petróleo e farmacêuticos para que a humanidade possa superar o atual impasse no seu desenvolvimento [58].

O movimento portanto precisa da sua ajuda para concretizar os seus objetivos. Para alcançar a meta de "saúde para todos pelo ano de 2020" a contribuição de cada indivíduo é fundamental.

Como você pode ajudar?

_ Comece por divulgar o movimento. Você pode se informar melhor nos links das referências inseridas no texto e listadas abaixo (veja a lista de referências).

_ Leia o livro "Porque os animais não têm ataques cardíacos, mas as pessoas sim" [1] e passe o conhecimento adquirido para os seus familiares.

_ Assuma a responsabilidade pela sua própria saúde atravéz da prática de hábitos saudáveis tais quais, uma dieta natural rica em vitaminas e minerais, atividades física, e exposição mínima a poluentes.

_ Evite a ingestão alimentos contendo aditivos alimentares artificiais tais quais: conservantes, colorantes, estabilizantes, emulsificantes, aromatizantes, antiaglomerantes, adoçantes, etc. Dê preferência a aditivos alimentares naturais.

_ Se possível, plante uma horta na sua casa. Dê preferência a alimentos frescos e orgânicos, livres de agrotóxicos e fertilizantes químicos [59, 60, 61, 62, 63]. E evite o uso de alimentos e de sementes transgênicas [64, 65, 66].

_ Nunca perca o conhecimento básico de que os alimentos naturais e integrais contêm os ingredientes essenciais para a manutenção e recuperação da saúde (idéia defendida já há 460-370 a. C. por Hiprócrates, o pai da medicina). Portanto as nossas fontes de alimentos devem ser as mais naturais possíveis.

_ Converse com o seu médico sobre o trabalho do Dr Rath e peça um tratamento a base de nutrientes celulares [54, 67]. Visite o site do instituto de pesquisa do Dr. Rath para se informar melhor sobre tratamentos naturais alternativos.

Se todos contribuirem poderemos alcançar um futuro no qual doenças como enfartos, derrames cerebrais, câncer, osteoporose e muitas outras doenças comuns de hoje deixarão de ser epidemias. Desta forma o objetivo da fundação do Dr. Matthias Rath de promover saúde para todos pelo ano de 2020 poderá se tornar realidade aqui no Brasil também.

Referêcias:

1 - "Porque os animais não têm ataques cardíacos, mas as pessoas sim". Livro por Matthias Rath, M.D.  http://www.por-que-os-animais-nao-tem-ataques-cardiacos.org/download.html

2 - Dr. Matthias Rath - Biography.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/About_Dr_Matthias_Rath/dr_rath.htm

3 - Fundação do Dr. Rath pela Saúde.  http://www4.dr-rath-foundation.org

4 - Health for All by the Year 2020?. A Sustainable World Must be a Healthy World.  http://www4.dr-rath-foundation.org/HEALTH_FOR_ALL_BY_THE_YEAR_2020/index.htm

5 - Matthias Rath and Linus Pauling. 1991. Solution to the Puzzle of Human Cardiovascular Disease: Its Primary Cause is Ascorbate deficiency, leading to the deposition of lipoprotein(a) and fibrinogen / fibrin in the vascular wall. Journal of Orthomolecular Medicine, 6:125-134.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/About_Dr_Matthias_Rath/publications/pub07.htm

6 - Matthias Rath and Linus Pauling. 1990. Lipoprotein (a) is a surrogate for ascorbate. Proceedings of the National Academy of Sciences USA, 87: 6204-6207

7 - Matthias Rath and Linus Pauling. 1990. Immunological evidence for the accumulation of lipoprotein(a) in the atherosclerotic lesion of the hypoascorbemic guinea pig. Proceedings of the National Academy of Sciences, 87: 9388-9390

8 - Matthias Rath and Linus Pauling. 1991. Apoprotein (a) is an Adhesive Protein. Journal of Orthomolecular Medicine, 6:139-143

9 - Matthias Rath and Linus Pauling. 1992. Unified Theory of Human Cardiovascular Disease Leading the Way to the Abolition of this Disease as a Cause for Human Mortality. Journal of Orthomolecular Medicine, 7: 5-15

10 - Matthias Rath and Linus Pauling. 1992. Plasmin-Induced Proteolysis and the Role of Apoprotein(a), Lysine, and Synthetic Lysine Analogs. Journal of Orthomolecular Medicine, 7:17-23

11 - "Ten Years That Changed Medicine Forever". Livro por Matthias Rath, M.D.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/About_Dr_Matthias_Rath/ten_years.htm

12 - Histórias da Vitamina C.  http://www.docelimao.com.br/site/receitas-a-dicas/curiosidades/860-historias-da-vitamina-c

13 - História da vitamina C.  http://www.gurunet.com.br/historia-da-vitamina-c.html

14 - ?Cellular Health Series ? Cancer?. Livro por Matthias Rath, M.D.  http://www.cellmedsoc.org/pdf_files/cancer_book.pdf

15 ? Natural Eradication of Cancer.  http://www4.dr-rath-foundation.org/NHC/cancer/cellular_solutions.htm

16 - Individual Testimonials.  http://www.drrathresearch.org/testimonials/individual-testimonials.html

17 - Physician's Speak.  http://www.drrathresearch.org/testimonials/physicians-speak.html

18 - Cellular Medicine.  http://www.drrathresearch.org/discoveries/cellular-medicine.html

19 - Books by Dr. Rath.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/About_Dr_Matthias_Rath/other_literature.htm

20 - Books & Brochures.  http://www.rath.co.uk/information/books_brochures.htm

21 - World Health Alphabetization.  http://www.wha-www.org/en/aboutus.html

22 - Body XQ.  http://www.bodyxq.com/

23 - Online Seminars.  http://www.drrathresearch.org/online-seminar.html

24 - ?The secret of cells! The secret of you!?. Livro por Mirja Holtrop & Matthias Rath, M.D.  http://www4.dr-rath-foundation.org/the_secret_of_cells/page01.htm

25 - Profit over Life.  http://www.profit-over-life.org/main.html

26 - Training Programmes.  http://www.rath.co.uk/members/training_programmes.html

27 - Movement of Life: Health, Peace and Social Justice for All.  http://www.movement-of-life.org/index.php

28 - Alliance Programme for Health, Peace and Social Justice.  http://www.health-peace-justice.org/programme/index.html

29 - Matthias Rath - Movimento da VIDA (18.6.2011) Legendado PT.  http://www.youtube.com/watch?v=QjbSfhdnU1w

30 - Dr. Rath's Seminar on Cellular Health.  http://www.cellularhealthtraining.org/

31 - Anti-Codex Campaign: Worldwide Vitamin Freedom For All.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/Events/anti_codex.html

32 - Codex: what is it and how does it affect you and your health?  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/Events/codex-whatisit.html

33 - Codex Alimentarius: the control and denial of science.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/Events/codex2007-badneuenahr.html

34 - Wiki Rath.  http://www.wiki-rath.org/

35 - Cancer, scientific facts.  http://www.cancer-free-world.org/scientific_facts/index.php

36 - Online Library.  http://www.wha-www.org/en/library/index.html

37 - The Science of Cellular Health.  http://www4.dr-rath-foundation.org/NHC/researcharchive.html

38 - The Dr. Rath Research Institute Puts Strong Focus on Clinical Research.  http://www.drrathresearch.org/clinical-studies.html

39 - ?Victory over Cancer". Livro por Matthias Rath, M.D.  http://www.victory-over-cancer.org/book/index.html

40 - The Foundation of Cellular Health.  http://www4.dr-rath-foundation.org/NHC/cellularhealthresearch.htm

41 - ?Malnutrition: The Leading Cause of Immune Deficiency Diseases Worldwide?. Livro por A. Niedzwiecki, Ph.D. & M. Rath, M.D.  http://www.rath.co.uk/pdf-files/malnutrition_brochure_screen.pdf

42 - Natural Health Alternatives. Up to date news and comment about worldwide developments in natural health.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/News/2010/natural_health_alternatives/index.htm

43 -  http://www4.dr-rath-foundation.org/ad_archive/brazilian.html

44 - The Pharmaceutical "Business with Disease".  http://www4.dr-rath-foundation.org/PHARMACEUTICAL_BUSINESS/pharmaceutical_industry.htm

45 - "Rockefeller Medicine Men: Medicine & Capitalism in America". Livro por E. Richard Brown.  http://www4.dr-rath-foundation.org/Books/paging.php?sdir=Rockefeller%20Medicine%20Men&dir=Rockefeller%20Medicine%20Men&start=0&page_nums=1%29%3C=eng

46 - Health Means Education.  http://www4.dr-rath-foundation.org/open_letters/open_letter_2012_11_04.html

47 - Em nome do povo do mundo: Denúncia contra o genocídio e outros crimes contra a humanidade cometidos em paralelo com a "indústria farmacêutica doentia" e a recente guerra contra o iraque.  http://www4.dr-rath-foundation.org/The_Hague/complaint/portuguese/index.html

48 - The History of the "Business With Disease"  http://www4.dr-rath-foundation.org/PHARMACEUTICAL_BUSINESS/history_of_the_pharmaceutical_industry.htm#top

49 - Historic Books.  http://www4.dr-rath-foundation.org/publication_library/histbooks.htm

50 - The History of the Pharma-Cartel.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/history_of_the_pharma_cartel.html

51 - Pharma Facts.  http://www.pharma-fact.org/main.html

52 - ?Im Namen der Menschheit?. Livro por Matthias Rath, M.D.  http://www.dr-rath-gesundheitsallianz.org/infothek/buecher/imnamendermenschheit.html

53 - Cellular Medicine Foundation Course.  http://www.rath.co.uk/pdf-files/cellular_medicine_foundation_course.pdf

54 - ?Arzneimittel und Mikronährstoffe: Medikationsorientierte Supplementierung?. 2011. Livro por Uwe Gröber

55 - Death By Medicine.  http://www4.dr-rath-foundation.org/features/death_by_medicine.html

56 - The Dangers of Drugs: what the pharmaceutical industry does not want you to know.  http://www.nuremberg-tribunal.org/dangersofdrugs/index.html

57 - Expensive Urine (comic).  http://www.naturalnews.com/021393_pharmas_expensive_urine.html

58 - Dr. med. Matthias Rath - Movement of Life - 5 / 6.  http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=P5NIB51nSvs

59 - "Food Matters: you are what you eat". 2009. Documentário produzido por James & Laurentine

60 - "The Economics of Happiness". 2011. Documentário produzido pela International Society for Ecology and Culture

61 - "Solutions locales pour un désordre global". 2010. Documentário produzido por Coline Serreau

62 - "The Intelligent Gardener: Growing Nutrient Dense Food". 2012. por Steve Solomon e Erica Reinheimer

63 - The many cides of modern food production (comic).  http://www.naturalnews.com/021803_pesticides_herbicides.html#ixzz2JJF7CRkG

64 - Séralini, G.-E, et al. Long term toxicity of a Roundup herbicide and a Round-up tolerant genetically modified maize. Food Chem. Toxicol. (2012).  http://dx.doi.org/10.1016/j.fct.2012.08.005

65 - OGM: Alerta Mundial.  http://www.youtube.com/watch?v=xiQxh5JMfqc

66 - GMO News.  http://www4.dr-rath-foundation.org/THE_FOUNDATION/News/2012/gmo_news/index.htm

67 - Dr. Rath Research Institute.  http://www.drrathresearch.org/