Porque o Minstério Público de São Paulo não vai atrás das investigações feitas pela Policia Civil de que Policiais Militares do 16 Batalhão recebiam um salário do PCC da San Remo para fingir que não viam os roubos e furtos no campus da USP ?

E que este mesmo 16 Batalhaão é do Plácio dos Bandeirantes.

Essa corrupção, esse salário a mais do PCC p/ o 16 Batlhão, foi o fato o que levou a morte do estudante de economia em 2011...

Logo as manisfestações eram justas SIM ! A PM de São Paulo não tem moral para permancer no campus e em lugar nenhum, conforme seu historico de corrupção e assassinatos.

Investigação essa paralisada pelo então Secretário da Segurança (e das chacinas) Ferreira Pinto...

A Policia Militar não tem moral para estar em local nenhum, nem nas periferias, nem nos bairros e nem em uma Universidade, e nem no legislativo(leia-se Cronel Telhada), denunciada internacionalmente como criminososa e corrupta e violenta a POlicia Militar do Estado de São Paulo deveria desaparecer, e acabar !

Isso o Ministério Público de São Paulo, com sua função de fachada, vigiar os erros dos órgãos públicos, ele não o faz.

que se crie um grande movimento nacional de revolta, protestos e piquetes contra o Ministério Público Paulista e a sua Polícia de Hitler.

Direitos Humanos para TODOS, JÀ !