4 de fevereiro de 2013
Por Redação Link
Refugiado na Embaixada do Equador em Londres, Julian Assange fala sobre internet, liberdade de expressão e seu primeiro livro
JAMIL CHADE
ENVIADO ESPECIAL
* Publicado no caderno ?Internacional? deste domingo.

O presidente (do Equador) Rafael Correa ataca muito a imprensa. O que o sr. acha disso?

Deveria atacar mais. A primeira responsabilidade da imprensa é a precisão e a verdade. O grande problema na América Latina é a concentração na mídia. Há seis famílias que controlam 70% da imprensa no Brasil, mas o problema é muito pior em vários países. Na Suécia, 60% da imprensa é controlada por uma editora. Na Austrália, 60% da imprensa escrita é controlada por (Rupert) Murdoch. Portanto, quando falamos em liberdade de expressão, temos de incluir a liberdade de distribuição, uma das coisas mais importantes que a internet nos deu.