Radares,patrulhas rodoviárias estaduais e federais,guardas municipais,DETRANS com impostos e taxas absurdas,pedágios...todo um exército,contra o motorista e seu veículo, para na verdade,tirar todo o recurso e sustento do seu trabalho através da indústria da multa.

É a luta do Golias contra um David,sem poder e sem ninguém para ajudar,estou falando de motoristas sérios,vítimas verdadeiras do abuso do poder.Onde chegará o tempo em que ninguém mais vai querer ter um veículo.Pois o que é adquirido para trabalho,ou prazer,acaba se tornando um tiro na culatra,um martírio para quem pensa no carro como um bom meio de trabalho,ou diversão... que no final,o carro acabará sendo um poderoso sugador de recursos.Não pelo carro,lógico... e sim,pelo exército do mal que ataca sem dó e piedade,os motoristas e seus veículos.

É absurdo,a diferença do IPVA de um estado para outro.E os recursos arrecadados,que deveriam ser investidos em novas rodovias seguras,são desviados para sei lá onde...pois o objetivo dos governos estaduais e federal, é privatizar tudo...tudo mesmo.Se isentará das responsabilidades,transferindo-as para as concessionárias,sem se isentar de arrecadar.

A ganância na arrecadação é tão absurda que vai resultar mais tarde numa retração econômica,onde os carros ficarão nos pátios das indústrias por um longo tempo,causando assim,um grande desemprego.Não precisa ser profeta,ou economista pra ver e sentir esse quadro que ora está se apresentando.Pois como pagar mensalidade de um carro,gerador de multas,taxas abusivas e pedágios sobre pedágios? A inadimplência é fato consumado.A loucura é tanta,que empresas terceirizadas por órgãos públicos,estão multando outras empresas,como já foi amplamente divulgado pela mídia,no caso de algumas prefeituras do Espírito Santo,que terceirizaram a arrecadação de impostos.

Voltando aos motoristas,como as multas são pagas pelo próprio motorista e não pelas empresas,até a função de motorista,corre o risco de num futuro próximo,desaparecer.Pois o valor para se adquirir também uma habilitação D,ou E,também é absurdo para um trabalhador e quando ele consegue o emprego de motorista,o salário é menor do que ele investiu para tirar a habilitação.E aí, o que vai acontecer,é o desinteresse pela profissão...e o número de motoristas profissionais,principalmente carreteiros autônomos,diminuir ,procurando esses motoristas outras profissões ; e os registrados,seguirem até a aposentadoria,com renovação dessa categoria,cair ano a ano.Aí sim,com um número bem reduzido desses profissionais,o salário com certeza,subirá,porém,em um futuro a médio prazo e não agora,o que seria ideal.

Mas a ganância exacerbada do governo em arrecadar,o torna burro demais e o que está pra acontecer,vai acontecer.Quem viver,verá!