É bem verdade que a pedofilia e o homossexualismo é coisa antiga dentro e fora da religião,porém a exposição pública desses fatos envolvendo padres da igreja católica e a pressão das vítimas diretamente ao Papa e também através de ações penais,as quais,levaram a igreja católica a indenizações milionárias,deu no que deu.Sem condições psicológicas de se manter no cargo de chefe da igreja,o Papa resolveu renunciar.

É comum,os escândalos virem das mais diversas instituições,sejam religiosas ou não,mas quando vem de instituições religiosas onde se prega abominar práticas que não condizem com o que se chama de ?um comportamento digno daqueles que se dizem ser servos de Deus?,a coisa fica feia,pois a imprensa cai em cima e só descansa depois do resultado final,seja qual for.

E quando o escândalo é agravado por práticas de pedofilia,envolvendo homossexualismo com criança,aí o negócio é mais embaixo...a ponto do Papa Bento XVI,ser o primeiro Papa em todo tempo da igreja católica,a não resistir e jogar a toalha.

Esse é o primeiro sinal de que a igreja católica começou a ruir.Nos tempos antigos,era fácil esconder os segredos,através do grande poder político ,o qual, usava de grande influência em quase todos os governos da Europa e da América.Mas hoje,diante da modernidade e da tecnologia,uma coisa tão antiga que é a igreja católica,não consegue mais resistir... e toda bosta praticada por séculos,está vindo a tona,afogando seus próprios clérigos naquilo que eles mesmos defecaram.E que nunca imaginavam que retornaria e entraria em suas próprias gargantas.

Que sirva de alerta as outras religiões.Pois a imprensa esta aí,atuante,destemida e não poupará esforços para denunciar o que tiver que denunciar...o poder do homem pode até ser longo,mas não é eterno.