Quando se fala em moral vem sempre a nossa mente a noção de repressão, de moralismo e hipocrisia. Tanto que muitas vezes as pessoas usam frases como ?não venha me dar lição de moral? porque se sentem incomodadas quando alguém quer dizer algo que é certo para elas e estas não aceitam que ninguém interfira em seus julgamentos entre o certo e o errado. A moral vem sempre acompanhada por essa peja de intolerante e preconceituosa, afinal foi sempre usada ao longo da linha do tempo da humanidade para esses fins e para o controle social. Outro fator que tornou o conceito de moral pejorativo foi sua ambivalência com relação aos sexos, o código de conduta moral foi sempre mais brando com os homens e mais rígido com as mulheres provocando nessas últimas uma intensa revolta (que originou o movimento feminista).
Porém as minhas colocações estão mais centradas ao comportamento das pessoas. Os costumes da sociedade estão sempre mudando e as regras de conduta também.Com os passar do tempo tudo foi se flexibilizando.O que antes era pecado ou moralmente não aceito pela sociedade, hoje já está é visto como normal.Podemos usar como exemplo o caso da mulher que é mãe solteira ou das pessoas que vivem juntas sem se casar.Algumas décadas atrás essas situações eram vistas como absurdas e as pessoas participes delas eram julgadas pela sociedade como párias.A religião contribuía muito pra isso utilizando-se de seus dogmas e de sua moral religiosa.Acontece que as grandes civilizações antigas, egípcios, os babilônios, os chineses e gregos , misturavam tudo em seus códigos de lei. Não distinguiam o direito da moral e da religião. Para eles o direito confundia-se com os costumes sociais. Moral, religião e direito estavam todos misturados em suas leis. E essa mistura durou milênios até que fossem separadas cada qual em seu devido lugar,
Moral e ética não são a mesma coisa. Ética é a coerência entre o que você diz e o que você faz.É o nosso modo de ser e o que de nossos valores colocamos realmente em prática.Já a moral é o que nos é imposto como normas de conduta.E o moralista é um conservador, um defensor das normas sociais já estabelecidas.