FORA YOANI SÁNCHEZ, AGENTE DA CASA BRANCA E SUA OFENSIVA CONTRA OS POVOS! EM DEFESA DA REVOLUÇÃO CUBANA E SUAS CONQUISTAS!

Yoani Sánchez desembarcou no Brasil neste dia 18 de fevereiro como primeiro país a visitar em sua "turnê" internacional de ataques a Cuba, que incluiu obviamente uma passagem pelos Estados Unidos e, certamente, um encontro com seus chefes da CIA, além de um "stop" no México para um congresso da sinistra SIP. No Brasil estão programadas uma série de entrevistas e longas reportagens nos grandes meios de alienação de massas (jornalões e TVs) para que a blogeira mercenária desfira seu veneno anticomunista contra Cuba. Desde a LBI nos somamos aos protestos contra a presença desta contrarrevolucionária em nosso país e declaramos nossa defesa incondicional do Estado operário cubano e suas conquistas sociais. Yoani Sánchez representa na verdade a ofensiva do imperialismo ianque contra Cuba travestida com sua fachada "democrática", em defesa das supostas "liberdades políticas", quando de fato não passa de uma agente oficiosa da Casa Branca voltada a fazer propaganda contra Cuba. Ainda que como trotskistas lutemos por uma revolução política na Ilha para que os trabalhadores controlem verdadeiramente o poder e os meios de produção, acabando com os privilégios da casta burocrática castrista que governa o Estado operário segundo seus interesses de camarilha, somos conscientes que o inimigo maior de Cuba e suas imensas conquistas sociais é o imperialismo ianque e europeu, o verdadeiro patrão de Yoani Sánchez. Por esta razão, defendemos incondicionalmente a Ilha operária e nos postamos em frente única com aquelas forças anti-imperialistas que rechaçam a presença desta figura abjeta em nosso país. A destruição da Líbia pela OTAN em nome do combate a "ditadura totalitária" e da "democracia", ou seja, os mesmos "valores universais" propagados pela blogeira mercenária e, vergonhosamente, também defendidos por setores da esquerda, demonstram que tal cantilena falaciosa não passa de uma cortina de fumaça para atacar as conquistas históricas de países cujos regimes políticos não estão alinhados com a Casa Branca.

Leia este artigo na íntegra no BLOG político da LBI:
 http://lbi-qi.blogspot.com.br/

Siga-nos no TWITTER:
 http://twitter.com/LBIQI