Em outubro de 2012, o Gilmar Mendes decretou: " ... a nomeação de parentes para o exercício de cargos políticos não viola ..." ou seja, NÃO CONFIGURA NEPOTISMO. Resultado: em todo o Brasil, a parentada toda estão assumindo seus cargos "de direito". Vão ser dezenas de milhares com vencimentos altíssimos. Todos os longos anos de luta da sociedade sã no sentido de moralizar o setor público foi jogado no lixo, por uma decisão monocrática de um juiz esquizóide.

Quem é o Gilmar para decidir tal coisa. A definição de Nepotismo é justamente a nomeação de parentes para cargos públicos. Não há sentido nem lógica na sua decisão.

Imagine agora se o tal é chamado se pronunciar se a aceleração da gravidade na terra é 9,8 m/s^2 ou 8,8 m/s^2 ele é capaz de decidir pelo último. Muda alguma coisa na Física?

Então, apesar de agora legal, não muda nada a decisão do Gilmar, os nomeados continuarão a ser considerados Nepotistas safados por 99% da humanidade. Antiético! Imoral!