Nos últimos dias a imprensa tem se mostrado especialmente preocupada com o resultado das eleições italianas. Instabilidade dizem alguns "especialistas"*, ingovernabilidade vociferam outros...

Quando é que houve estabilidade na Itália?

Durante a República romana eram comuns as rebeliões de plebeus (retirada para o Monte Sacro e outras) e as tentativas de golpe de estado (como a conspiração de Spurio Mélio, por exemplo).

Durante a fase do Império Romano, era comuns pretendentes ao posto de imperador serem envenenados (Germânico), assassinados (Caligula e outros) ou perseguidos até cometer suicídio (Nero).

Vários representantes da plebe, Tribunos da Plebe como eram chamados, foram assassinados (Caio Graco e outros). Caio Julio César era patrício, mas foi assassinado ao entrar no Senado Romano. Durante as lutas políticas romanas eram comuns a elaboração de listas de cidadãos proscritos que seriam mortos e teriam seu patrimônio confiscado (Lúcio Cornélio Sula tentou matar o jovem Caio Julio César e não conseguiu).

Após o fim do Império Romano do Ocidente, a península italiana mergulhou nas trevas. Neste período foram comuns os conflitos militares entre cidades-estados italianas, entre o Vaticano e cidades-estados italianas, guerras civis dentro das cidades-estados e até mesmo dentro da Igreja Católica. Tudo amalgamado à novas invasões bárbaras, francesas e espanholas.

Após a reunificação no século XIX, a Itália tem sido colocada de ponta-cabeça por regimes como o de Benito Mussolini e Berlusconi e sofrido conflitos internos alimentados pela extrema direita e extrema esquerda. O Papa vez por outra entra em cena agravando a instabilidade da política italiana.

Nunca houve estabilidade na Itália. O conceito "estabilidade" mal pode ser usado quando se trata da política daquele país. Portanto, não consigo entender porque os "especialistas" estão tão preocupados com esta "nova" instabilidade italiana.

E já que estamos falando de Itália e italianos, nunca é demais lembrar que onde quer que tenham pisado os carcamanos arrumam confusão. Vejam o que José Serra (descendente de italianos) fez no Brasil durante a última campanha eleitoral em que difundiu ódio e despertou racismos soterrados há muito.



* especialistas = qualquer sujeito com diploma que queira sustentar em público opiniões que a grande imprensa deseja validar e divulgar.