A Comunidade das Areias, no bairro do Papicu, em Fortaleza-CE, existe há quase 40 anos no mesmo local, em uma área que NÃO é propriedade da União, nem do Estado, e nem da Prefeitura.

Mais de uma geração nasceu e se criou ali "nas Areias". Quando a comunidade começou, o Papicu/Cocó possuia ainda pouquíssimos prédios, e muitos dos moradores das "Areias" chegaram a trabalhar como operários na construção desses prédios que foram surgindo ao longo dos anos.

Agora, devido à construção do Shopping Riomar, as famílias que moram ali estão sendo ameaçadas de despejo pela Prefeitura de Fortaleza, e de serem "remanejadas" para o LADO OPOSTO da cidade, na região do Canidezinho.

Vejam bem: para beneficiar um empreendimento PRIVADO, o Shopping Riomar, a Prefeitura de Fortaleza ameaça DESTRUIR a vida dessas pessoas que moram ali há 40 anos, para poder construir com dinheiro PÚBLICO alguns túneis de acesso ao shopping.

Essas famílias estão ameaçadas de despejo de um terreno que NÃO pertence à União, nem ao Estado, e nem à Prefeitura, para que a Prefeitura use dinheiro PÚBLICO para construir túneis que beneficiam um empreendimento PRIVADO.

Ao remanejar essas famílias para O LADO OPOSTO DA CIDADE, estão praticamente condenando ao DESEMPREGO grande parte dos moradores, que trabalham como porteiros, zeladores, empregadas domésticas, nos condomínios da região, e que dificilmente terão condições de continuar com seus atuais empregos. Muitas crianças serão também afastadas das escolas onde tem estudado a vida inteira, sendo obrigadas a irem estudar em outra instituição.

As famílias que residem na Comunidade das Areias poderiam até aceitar deixarem suas casas e serem "remanejadas", desde que tivessem a mesma sorte das famílias remanejadas da Lagoa do Papicu, que recerão casas localizadas no próprio bairro Papicu.

Ainda que o remanejamento fosse feito para a área do Morro de Santa Terezinha, ainda seria uma situação sustentável, já que a distância não é muito grande. Porém, serem levadas exatamente o EXTREMO OPOSTO da cidade é um ATO DE CRUELDADE.


Será que o Shopping Riomar quer ter a sua imagem manchada por esse ato de IRRESPONSABILIDADE SOCIAL?

De que adianta esse shopping "criar empregos" na região, se os moradores retirados para a construção dos túneis de acesso NÃO PODERÃO USUFRUIR DESSES EMPREGOS, já que serão levados para longe da região, para o EXTREMO OPOSTO da cidade?

Caberia ao Shopping Riomar, se realmente tivesse responsabilidade social, financiar, em parceira com a Prefeitura, a construção de um conjunto similar ao construído paras as família removidas da Lagoa do Papicu, para receber os moradores da Comunidade das Areias, removidos por causa dos túneis, ali mesmo na região próxima ao Papicu.

Seria algo totalmente viável, já que a comunidade não é muito grande, e as famílias removidas não são muito numerosas.

Com a palavra, o senhor Roberto Cláudio, a senhora Eliana Gomes, e o senhor Paes Mendonça...

Com a palavra também, o vereador Vitor Valim, que se diz "amigo" da Comunidade das Areias, e que sempre aparece por lá em época de eleição para pedir votos...